Cinema

Nomeados para a 93ª edição dos Óscares

2020 foi um ano marcado pela pandemia, que fez com que as salas de cinema permanecessem encerradas ou limitadas nas suas exibições. Ainda assim houve algumas novas produções cinematográficas que motivam a edição deste ano da entrega dos prémios mais importantes da industria do cinema. Hoje foram dados a conhecer pela Academia os nomeados para a 93ª edição dos Óscares.

O filme “Mank” é o mais nomeado, candidato em dez categorias. Netflix é o estúdio com mais nomeações. A cerimónia deverá acontecer no próximo dia 25 de abril na cidade de Los Angeles.

Pode rever aqui a cerimónia onde foram dados a conhecer os nomeados para esta edição:

Eis os nomeados nas principais categorias:

Melhor filme
“O Pai”
“Judas and the Black Messiah”
“Mank”
“Minari”
“Uma Miúda Com Potencial”
“Nomadland – Sobreviver na América”
“Sound of Metal”
“Os 7 de Chicago”

Melhor atriz
Viola Davis, em “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Andra Day, em “Os Estados Unidos vs. Billie Holiday”
Vanessa Kirby, em “Pieces of a Woman”
Frances McDormand, em “Nomadland – Sobreviver na América”
Carey Mulligan, em “Uma Miúda Com Potencial”

Melhor ator
Chadwick Boseman, em “Ma Rainey: A Mãe do Blues”
Gary Oldman, em “Mank”
Steven Yeun, em “Minari”
Anthony Hopkins, em “O Pai”
Riz Ahmed, em “Sound of Metal”

Melhor realizador
Chloé Zhao, com “Nomadland – Sobreviver na América”
David Fincher, com “Mank”
Lee Isaac Chung, com “Minari”
Emerald Fennell, com “Uma Miúda com Potencial”
Thomas Vinterberg, com “Another Round”

Melhor argumento adaptado
Sacha Baron Cohen, Anthony Hines, Dan Swimer, Peter Baynham, Erica Rivinoja, Dan Mazer, Jena Friedman, Lee Kern e Nina Pedrad, por “Borat Subsequent Moviefilm”
Chloé Zhao, por “Nomadland – Sobreviver na América”
Christopher Hampton e Florian Zeller, por “O Pai”
Kemp Powers, por “Uma Noite em Miami…”
Ramin Bahrani, por “O Tigre Branco”

Melhor filme internacional
“Another Round”, de Thomas Vinterberg (Dinamarca)
“Better Days” (Hong Kong)
“Collective”, de Alexander Nanau (Roménia)
“The Man Who Sold His Skin” (Tunísia)
“Quo Vadis, Aida?”, de Jasmila Žbanić (Bósnia Herzegovina) Deux e de Filippo Meneghetti (França)

Melhor filme de animação
“Wolfwalkers”
“Soul – Uma Aventura com Alma”
“Bora Lá”
“Para Além da Lua”
“A Ovelha Choné 2”

Melhor documentário
“Collective”
“Crip Camp”
“The Mole Agent”
“My Octupus Teacher”
“Time”