Informação Porto de Mós

Região em Chamas

A região não escapou ao “pior dia do ano” em matéria de incêndios. Segundo o site da Autoridade Nacional de Proteção Civil (atualização às 10h48), no distrito há três incêndios entre os mais preocupantes do país.

O incêndio que deflagrou ontem, às 14h33, na localidade de Burinhosa, freguesia de Pataias e Martingança, concelho de Alcobaça, é o que de momento mobiliza mais meios, tendo três frentes ativas. O fogo alastrou ontem aos concelhos de Marinha Grande, Leiria e Pombal, tendo vindo a devastar a Mata Nacional. No terreno estão 352 operacionais, apoiados por 110 meios terrestres e 5 meios aéreos.

Na mesma freguesia começou também um outro incêndio ontem, pelas 13h51, na localidade de Praia da Légua. No local estão 93 operacionais, 31 viaturas e 3 meios aéreos, que combatem também três frentes.

Também na Batalha, freguesia de São Mamede, deflagrou ontem um incêndio na localidade de Crespos quando a noite já tinha caído. O alerta foi dado pela 21h10. A esta hora, o incêndio tem três frentes ativas e no local estão 2 meios aéreos, 24 terrestres e 87 operacionais.

Foram já ativados o Plano Distrital de Emergência de Leiria e o Plano Municipal de Emergência de Alcobaça.

A causar ainda alguma preocupação está o incêndio que deflagrou, ontem, às 20h10, na freguesia de Alqueidão da Serra (na foto), concelho de Porto de Mós. No local estão 32 operacionais e 10 meios terrestres.

Há a registar cinco bombeiros feridos, na zona de Carvide, na noite passada, pertencentes à corporação dos Municipais de Leiria. Segundo o Região de Leiria, os bombeiros sofreram queimaduras ligeiras, e um deles queimaduras de segundo grau numa perna. Um dos seus carros foi destruído e outros dois ficaram danificados.

Várias instituições de ensino do distrito encontram-se hoje fechadas, por não serem verificadas as condições de segurança necessárias para o normal funcionamento das aulas.

 

Atualização às 14h50

No distrito, o fogo que continua a inspirar mais cuidados é o que deflagrou ao início da tarde de ontem na Burinhosa, freguesia de Pataias e Martingança, concelho de Alcobaça. O fogo tem vindo a alastrar para norte e, segundo o Jornal de Leiria, que cita a Câmara Municipal da Marinha Grande, já queimou 80 por cento do Pinhal de Leiria.

No Carriço, freguesia que viu o fogo chegar pelas 22 horas de ontem, arderam já algumas habitações e foram evacuadas diversas localidades.

O Jornal de Leiria, com profissionais no terreno, afirma ainda que a Praia do Pedrógão está já livre de perigo.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (14h35), no Teatro de Operações estão 384 operacionais, 120 meios terrestres e 5 meios aéreos.

Devido às diversas ocorrências na região foi já ativado o Plano Distrital de Emergência de Leiria, os Planos Municipais de Emergência de Alcobaça, Marinha Grande, Batalha, Pombal e Leiria. O Governo assinou um Despacho de Calamidade Pública para todos os distritos a norte do Tejo e acionou o Mecanismo Europeu de Proteção Civil bem como o protocolo com Marrocos relativo à utilização de meios aéreos.

Desde ontem foram já registados 31 mortos, mas nenhum no distrito de Leiria.

Share This

Rádio Dom Fuas

Partilhe com os seus amigos