Informação

Alerta laranja: militares do exército patrulham floresta

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para “os próximos dias a manutenção de um cenário meteorológico caracterizado por tempo seco, com índices muito baixos de humidade relativa, e vento forte”.

Segundo um comunicado do Exército, há destacados militares de 25 unidades do exército para efetuar patrulhas em 87 concelhos de 15 distritos, que correspondem a uma “solicitação efetuada pela Proteção Civil”.

Em Porto de Mós, nos próximos dias, os militares do exército juntam-se aos três corpos de bombeiros, sapadores florestais e GIPS, para a prevenção e controlo. No total são três equipas de militares que reforçam o patrulhamento, revela à Rádio Dom Fuas, Jorge Vala, presidente da Câmara Municipal, que nos últimos dias tem estado reunido com o dispositivo, e que deixa um apelo: “Eu peço à população do concelho que continue a estar em alerta. Felizmente, o nosso concelho não tem sido dos mais fustigados. Temos a consciência de que as pessoas têm tido o cuidado necessário para que não existam estes trágicos incêndios. Peço ainda que as pessoas sejam de alguma forma também polícias uns dos outros, porque há sempre aqueles que têm comportamentos menos cuidadosos e sobretudo que tenham consciência de que não é o momento de fazerem queimadas, e nem de queimarem os excedentes orgânicos. Portanto, é tempo de nós ainda estarmos em contenção com tudo isto, porque para além de ser crime, este ato neste momento é sobretudo perigoso para toda a comunidade.

A tolerância é zero para o uso do fogo, e as autoridades proíbem;

  • Realizar queimadas ou fogueiras;
  • Fazer uso do fogo junto a espaços florestais.
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão;
  • Queimar matos cortados e amontoados ou qualquer tipo de sobrantes de exploração;
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais ou vias circundantes;
  • Proceder à fumigação ou desinfestação de apiários com equipamentos sem dispositivos de retenção de faúlhas.

Há alerta laranja para todo o país até à noite de sábado e foram reforçados os meios de combate e prevenção.

Para os próximos dias voltam a estar previstas temperaturas acima dos 30º graus Celsius. Para a região de Leiria, este fim de semana, a previsão varia entre os 28º e 32º C, segundo o que consta no site do IPMA.